0
ENTRETENIMENTO, LIVROS

O caso dos exploradores de caverna – Leon Fuller

Esse é um livro clássico, normalmente recomendado aos alunos que iniciam o curso de Direito, embora não seja necessário conhecimento jurídico para ler e gostar do texto.

Trata-se da história de cinco aventureiros, que se dedicam à espeleologia, ou seja, à exploração das cavernas. Certa feita, os cinco entraram em uma caverna e ocorreu um desmoronamento, tendo a entrada/saída ficado obstruída, impedindo que eles de lá saíssem.

Presos na caverna e aguardando o resgate, com o passar do tempo e a escassez de alimentos, os cinco passam a enfrentar fome e sede até o limite suportável. Percebendo o destino trágico iminente, um deles propõe aos demais o sacrifício de um, que seria morto a fim de alimentar e garantir sobrevida aos outros.

Decidiram então fazer um sorteio para ver qual deles seria sacrificado. Foi sorteado, premiado com a má sorte, justamente aquele que havia sugerido a medida. No entanto, após o sorteio, ele voltou atrás, para repugnar a sugestão que havia dado e que o levaria à morte. Os outros quatro se uniram e mataram-no, alimentando-se de seus restos mortais, até que veio o resgate e os encontrou já debilitados, mas com vida.

Dessa situação resultou um processo criminal contra os quatro sobreviventes, acusados de homicídio. O livro é basicamente, o voto de cada um dos juízes que integraram o tribunal em que se deu o julgamento. As diferentes posições, os argumentos muitas vezes contraditórios, embora excelentes, de cada julgador, são muito interessantes e prendem a atenção do leitor até o fim do livro, além de inevitavelmente levá-lo a se posicionar, concordando ou discordando dos juízes. Um exercício de lógica e tanto.

Por isso, acho mais que recomendável a leitura do livro, que pode ser feita em menos de uma hora. Ah, e um atrativo adicional é o preço do livro, de regra em torno de R$ 5,00 (cinco reais) nas livrarias.

Deixe uma resposta

Comment
Name*
Mail*
Website*