CINEMA, ENTRETENIMENTO

A busca

Assisti a este filme nacional, sobre o qual tinha uma boa expectativa. Costumo gostar dos filmes do Wagner Moura, que em regra escolhe bem as produções de que participa. No caso, realmente é um bom filme, interessante, uma ótima diversão, além de ser tocante e delicado em algumas partes.

 Basicamente, a história gira em torno da busca desesperada de um pai pelo filho que sumiu de casa sem aviso. Como um adolescente despreocupado e descompromissado, ele deixa vestígios por onde passa, chamando a atenção de muita gente, o que não impressiona, considerando que ele inicia uma viagem a cavalo! Nessa perseguição ao filho, várias situações inusitadas e pitorescas acontecem. Obviamente não vou aqui “entregar” o filme, mas a cena em que o protagonista, o Wagner Moura, precisa de um telefone celular emprestado e dialoga com o “Seu Custódio” é, pra mim, a melhor cena do filme. Impagável.

Em suma, tai um filme que eu indico, vale a pena assistir, nem que seja por pura diversão – nesse caso, não há dúvida, o filme entrega o que promete.